6 de setembro de 2019 08:17

Sergipe prepara ações para se manter área livre da Febre Aftosa, agora sem vacinação


Emdagro conduz Grupo Gestor do Plano Estratégico do Programa Nacional de Prevenção e Erradicação da Febre Aftosa

Alinhando ações de preparação de Sergipe para se tornar área livre da Febre Aftosa sem vacinação a partir do ano de 2021, o Grupo Gestor do Plano Estratégico do Programa Nacional de Prevenção e Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA) se reuniu, na sede da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), onde foram discutidas as diretrizes traçadas para o Estado. Instituído pela Emdagro através da Portaria 094/2018, o Grupo Gestor vai implementar as ações estratégicas do Plano junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

“O grupo vai tratar das definições de metas para a elaboração do Plano Estratégico Estadual para a Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa, além de planejar, executar e avaliar o andamento das diferentes ações que deverão ser implementadas aqui no Estado”, explicou o Presidente da Emdagro, Jefferson Feitoza. Ainda segundo o Presidente, os próximos passos do Grupo serão fazer uma ampla discussão com os setores envolvidos, a fim de dar visibilidade sobre o programa de prevenção e erradicação da doença e unir esforços para o sucesso das ações, de forma a apoiar a Defesa Sanitária no Estado.

“Buscaremos fazer fóruns de discussões, debates, palestras e treinamentos, não só para os grupo já envolvido, mas também – e principalmente – para os pecuaristas, que são a parte mais interessada. É preciso dar ciência a todos sobre os planos estratégicos, que preveem, inclusive, uma atuação mais rigorosa do serviço de fiscalização agropecuária”, frisou o presidente da Emdagro, que reafirma a importância de Sergipe permanecer como zona livre de Febre Aftosa – status mantido há 24 anos pelo Estado, com vacinação.

Para o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Sergipe (Faese) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Ivan Sobral, Sergipe dá um passo importante com a instalação do grupo gestor. “Nós já possuímos o status de área livre da Febre Aftosa com vacinação, o que estamos agora é, justamente, tratando dos próximos passos para tirarmos essa vacinação. Pra isso, deixamos marcado, para o próximo dia 28 de setembro, um fórum com os criadores, sobre a erradicação da Febre Aftosa, e colocar em que nível o Estado de Sergipe já se encontra dentro do Programa Nacional de Prevenção e Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA)”, detalha Ivan.

Além de Ivan Sobral, participaram da reunião, o Diretor Administrativo da Emdagro, Roberto Messias, representando o presidente da Emdagro, Jefferson Feitoza; representante da Superintendência Federal de Agricultura, Vera Minan; da Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Rural e da Pesca, Tânia Maria Silveira Reis; e o presidente da Associação de Criadores de Sergipe, Djenal Neto.

Sobre o Grupo Gestor

Fazem parte da composição do Grupo Gestor representantes de entidades públicas, a exemplo da Emdagro (responsável pela condução do processo por ser o órgão que faz a Defesa Agropecuária em Sergipe); da Superintendência Federal de Agricultura em Sergipe; da Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Rural e da Pesca (Seagri) e do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV/SE); além de entidades privadas, como a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Sergipe (Faese), a Associação de Criadores do Estado de Sergipe, e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

Last Updated on 6 de setembro de 2019 by carlos.mariz