7 de fevereiro de 2019 08:59

Presidente da Emdagro visita pequenos criadores beneficiados com programa de inseminação artificial


Acompanhar as ações desenvolvidas junto ao homem do campo e certificar-se que elas realmente vêm mudando a vida deles, essa tem sido a agenda de compromissos do presidente da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), Jefferson Feitoza de Carvalho, ao visitar, na última quinta feira (31), diversas propriedades de pequenos criadores beneficiados com o Programa de Inseminação Artificial em Tempo Fixo – IATF. As visitas foram acompanhadas pelo Coordenador Regional de N.S. da Glória Dr. Ary Osvaldo Ribeiro Bomfim, do Médico Veterinário Dr. Marcos Franco, dos técnicos da Emdgaro das Unidades Locais de Monte Alegre, Márcio Conceição e Antônio Salim, e de Poço Redondo, o Engº. Agro. Francisco Luciano.
Nas visitas realizadas a essas propriedades, o presidente pode constatar o nível de satisfação dos criadores, onde manifestaram interesse em ampliar o seu plantel, através da inseminação artificial. Da mesma forma, manifestaram também o interesse de que o Governo do Estado, através da Emdagro, ampliasse o Programa, o qual é considerado de grande valia para os pequenos criadores, principalmente, pela oportunidade de terem acesso á tecnologia de primeiro mundo em uma região tão sofrida como o semi-árido sergipano.
Segundo o presidente Jefferson, como o IATF tem o objetivo de promover o melhoramento genético de gado leiteiro, nos municípios de Canindé do São Francisco, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre de Sergipe e Poço Redondo, o importante é o acompanhamento in loco para verificar o quanto a capacitação prestada pela Emdagro vem melhorando a vida dos pequenos agricultores. “Nossa agenda de visitas é para que possamos fazer esse acompanhamento, em que pese a empresa está presente nas vidas desses agricultores através de nossos técnicos e extensionistas, e ficarmos em contato permanente com nossos assistidos tirando dúvidas e auxiliando no seu dia a dia”, disse o presidente.
IATF
Programa de Inseminação Artificial em Tempo Fixo- IATF é programa que tem como objetivo promover o melhoramento genético de gado leiteiro da região do Semi Árido sergipano, visando o aumento de produtividade do leite. Os recursos financeiros destinados ao Programa são provenientes do Governo do Estado repassados, através do BANESE, e executado pela Emdagro.
Ao todo, 93 pequenos criadores participaram do programa, tendo 477 vacas inseminadas, as quais atingiram um nível de prenhes entre 29 e 33%, índices considerados excelentes para esse tipo de procedimento, quando utilizado sêmen das raças Gir, Girolando e Holandês. O feito proporcionou a esses criadores condições de melhorar o seu rebanho leiteiro buscando obter matrizes de alta produção, quando comparadas com grandes criadores da região.

As etapas do trabalho de inseminação artificial em tempo fixo dividem-se em: Diagnostico de Gestação; Aplicação de Medicamentos; Inseminação Artificial e; Diagnóstico.
O diagnóstico de gestação deve ocorrer após a seleção dos criadores e dos animais a serem inseminados, cuja quantidade de animais deve ser maior do que aquela estabelecida pelo Programa, uma vez que podem ser identificados animais inaptos para realização da inseminação.
Na aplicação de medicamentos, os animais, antes de serem inseminados, deverão ser vacinados e administrado um complexo vitamínico para melhorarem as suas “performance”. Em seguida, a inseminação artificial propriamente dita, um médico veterinário especializado deverá aplicar o sêmen após das vacas serem selecionadas. E, por fim, na quarta etapa ocorre o Diagnóstico, etapa essa também realizada pelo médico veterinário especializado, o qual vai proceder com a constatação ou não de que a vaca está fecundada de fato.
Por fim, após a realização dessas 04 etapas e comprovada a prenhes, basta aguardar o período de gestação para se obter bezerras de alta linhagem com resultados leiteiros de primeira linha.

 

 

Last Updated on 7 de fevereiro de 2019 by carlos.mariz