8 de abril de 2020 10:38

Emdagro e associação dos servidores se reúnem em uma nova rodada de negociações sobre plano de saúde da categoria


Na manhã desta quinta-feira (2), a diretoria da Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe se reuniu com a diretoria da Associação dos Servidores da Emdagro (Assem) para mais uma rodada de negociações acerca do Plano de Saúde dos servidores da empresa. A proposta apresentada pelo Governo do Estado, através da Sefaz e Emdagro, atualiza os valores em aberto e divide as parcelas em atraso.

 

Segundo o Presidente da Emdagro, Jefferson Feitoza de Carvalho, a última proposta apresentada pela empresa ocorreu no mês de outubro de 2019 e, mais uma vez, a Emdagro apresentou outra com valores atualizados. “Na do ano passado tínhamos oferecido R$ 1.200.00,00 e agora com a nova proposta estamos oferecendo R$ 1.800.000,00. Esse valor é referente ao débito retroativo da Emdagro para com o Plano de Saúde e que será pago em 10 parcelas já a partir deste mês de março, a ser pago a partir da homologação do acordo, juntamente com as parcelas dos meses subsequentes que correspondem aos 100% da contrapartida da empresa sobre o montante dos associados”, explicou o presidente.

Para ele, a proposta é irrecusável. “O atual momento requer bom senso e equilíbrio. Precisamos da compreensão da categoria, pois o momento é muito crítico para o Brasil, cujas finanças dos Estados sofrerão os efeitos do coronavírus. O Governo do Estado, através da Sefaz, muito sensibilizado com a situação do plano de saúde dos servidores da Emdagro, vem oferecer uma proposta irrecusável. Só depende deles agora para que possamos homologar o acordo na esfera judicial”, disse Jefferson.

 

“Na quarta-feira (1º) estivemos reunidos, juntamente com o Diretor Administrativo e Financeiro e o Assessor Jurídico da Emdagro, Roberto Messias e Melissio Barros, respectivamente, com o Secretário da Fazenda, Marcos Antônio Queiroz, que nos recebeu presencialmente em seu gabinete mesmo nesse período de isolamento social. Ele se mostrou muito sensibilizado pela situação do plano de saúde dos servidores e se comprometeu a atualizar os valores propostoa à categoria, acrescentando 600 mil reais na proposta anterior”, comentou o presidente da Emdagro.

Para o vice-presidente da Assem, José Airton Vieira, o momento e a situação atual do plano de saúde requerem a aceitação da proposta apresentada. “A tendência é aprovar. Tem alguns itens que a nossa Assessoria Jurídica discorda, mas, diante da crise que nos encontramos, nós estamos no consenso dentro do sindicato de aceitarmos a proposta da empresa. Já está validada em assembleia, que a validou no mês de setembro de 2019, que era um valor menor, e hoje no nosso entendimento não é mais necessário convocar nova assembleia. O valor é outro, então, pela dificuldade em que a Assem se encontra, eu aprovo essa proposta da Emdagro”, disse.

 

Participaram da reunião o Presidente e o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Ater (Sinter), Paulo Alves e Xerxes Santos Furtado; e os Assessores Especial, Jurídico e de Comunicação da Emdagro, Patrícia Melo, Melissio Barros e Suzana Leite, respectivamente.

Last Updated on 8 de abril de 2020 by carlos.mariz