6 de setembro de 2019 16:43

Citricultura é tema de capacitação de técnicos e secretários municipais de Agricultura


    Questões relativas à produção, produtividade e comercialização da laranja, tangerina e limão estiveram entre os principais assuntos discutidos no Curso de Atualização em Citricultura, realizado pela Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) em Boquim, em parceria com a Prefeitura de Umbaúba. Durante o encontro, que teve a duração de dois dias, técnicos da Emdagro, gestores municipais da Agricultura e equipes dos 14 municípios que compõem a região citrícola do Estado puderam nivelar informações e atualizar conhecimentos sobre as culturas e suas respectivas cadeias produtivas.

A proposta do curso, segundo o consultor Arthur Castro, foi mostrar práticas de manejo para que os técnicos consigam indicar, aos agricultores, caminhos possíveis para a melhoria da produtividade e rentabilidade das suas lavouras, sem destruir o meio ambiente. “Não são técnicas muito difíceis, mas são práticas que demonstram novas tecnologias que viabilizam ao agricultor aumentar sua produtividade, como o plantio de novos pomares, correção e fertilização do solo, nutrição para altas produções, indução de colheita fora de época, manejo para tolerância à seca, manejo de pragas e doenças”, detalhou o consultor.

Segundo o Secretário de Agricultura de Umbaúba, Edgar Campos Serqueira Filho, o curso foi pensado diante da necessidade de encontrar uma saída para a questão da citricultura, através do nivelamento de informações. “Ainda existe muita informação equivocada no campo e a partir do alinhamento dessas informações, como proposto neste curso, poderemos esclarecer o agricultor, mostrando que a citricultura é viável se ela for bem produzida, evitando gastos desnecessários”, comentou.

Na avaliação do Secretário de Agricultura, Comércio, Indústria e Meio Ambiente de Boquim, Luiz Carlos do Nascimento, o curso foi muito proveitoso. “A citricultura continua sendo um excelente negócio e nós devemos aproveitar essas novas tecnologias apresentadas para produzir mais, informando aos agricultores sobre essas tecnologias, porque são eles que vão colocar a ‘mão na massa’”, afirmou.

Carlos Alberto Souza Torres, Chefe do escritório regional da Emdagro de Boquim, comentou que o curso atende a uma demanda de capacitação da equipe técnica. “Incentiva o pessoal a ler, a estudar, a pesquisar mais sobre o assunto da citricultura. Com isso, a empresa deverá definir as diretrizes a serem seguidas e nós vamos sentar e analisar para chegar a um resultado mais suficiente, no que tange ao desenvolvimento dos municípios da região citrícola”, concluiu.

Além de técnicos da Emdagro, secretários municipais de agricultura e assessores, também participou do evento o Diretor de Assistência Técnica e Extensão Rural da Emdagro, Esmeraldo Leal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Last Updated on 6 de setembro de 2019 by carlos.mariz