Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Rural
Portal do Estado de Sergipe
DEAGRO
EMDAGRO : Emdagro compartilha ações em Comunidade Quilombola
em 11/06/2018 12:00:51




Com objetivo de compartilhar as ações de desenvolvimento executadas pela Emdagro, em parceria com a comunidade quilombola Serra da Guia, município de Poço Redondo (Se), foi realizada uma roda de conversa envolvendo a equipe técnica que presta assessoria técnica e extensão rural junto à comunidade. Na ocasião também participaram Janete Trindade Marques e Luciano Firmino Macedo, o gestor regional da Emdagro em Nossa Senhora da Glória, Aryosvaldo Ribeiro Bomfim, e da gestora do Programa de Organização e Desenvolvimento Social e assessora da região, Abeaci dos Santos, e membros da referida comunidade totalizando, assim, 63 participantes.

Dentre os pontos compartilhados, foram destaques as ações do Projeto Dom Helder Câmara, que vem beneficiando 100 famílias, através da realização de eventos de capacitação orientadas para os grupos de interesse da comunidade, que exploram ações de pecuária de leite, artesanato rural, palma forrageira e criação de galinhas caipiras. Além dessas ações do Dom Helder, estão na fase de conclusão os diagnósticos da comunidade e das unidades de produção das famílias, na perspectiva de qualificar as demandas da população com vistas a elaboração de projetos que poderão ser beneficiados pelas fontes de recursos oriundos das esferas governamentais.

Atualmente, a comunidade Serra da Guia concentra 200 famílias e possui uma área demarcada de 9.013 hectares correspondente a 30 mil tarefas das quais foram entregues a população através da imissão de posse, cerca de 7 mil tarefas que correspondem a 21% do território quilombola. Vem sendo ainda beneficiada com ações de crédito inicial, crédito semiárido e fomento mulher, totalizando investimentos no valor de R$ 13.400,00 (Treze mil e quatrocentos  reais) por família para aquisição de bens, implantação de atividades produtivas e construção de reserva hídrica coletiva, cujos recursos estão sendo liberados pelo Incra.

Entretanto, um grupo de 60 quilombolas, distribuídos entre as diversas comunidades componentes do território, vem explorando ações de pecuária de leite, cultivo de milho destinado a produção de forragem, palma forrageira, palma orelha de elefante resistente a cochonilha do Carmim fornecida pela Emdagro para multiplicação e distribuição à população, manejo sanitário, alimentar e reprodutivo do rebanho, cujo assessoramento se dá através do médico veterinário da Emdagro Marcos Franco.

São 700 bovinos com 100 vacas em lactação produzindo diariamente 3 mil litros de leite cuja produção é adquirida pelo lacticínio Nativille e por algumas fabriquetas da região, valendo observar que a referida empresa disponibilizou um tanque de resfriameto com capacidade para armazenar 2mil litros do produto que são recolhidos de dois em dois dias. Atualmente a Nativille paga R$ 1,14 (Um real e quatorze centavos) por litro de leite.

Estão sendo ultimados preparativos para a realização de cursos sobre inseminação artificial pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), cuja articulação está sendo efetuada pela associação dos quilombolas e equipe da Emdagro. Ainda sobre a inseminação, o estado vem desenhando um projeto cuja comunidade também será beneficiada com a aquisição de semêm e capacitação além de um kit doado pela Emdagro. Existe ainda uma solicitação da associação junto ao Incra para instalação de agroindústria para processamento do leite bem como um trator agrícola para agilizar processos de desenvolvimento na comunidade.

Arrajos Produtivos

O grupo explora ainda a cultura do feijão em cores, onde foi instalada uma unidade de multiplicação de sementes para validação de variedades do grupo carioca e preto nos dois últimos anos, cuja produção obtida ficou sob a guarda da associação, a qual repassou 2 kg para as famílias interessadas em plantar, com o compromisso de devolver 4 kg para o banco de sementes da comunidade. “Essa está sendo uma das formas que encontramos para formar uma base sustentável de desenvolvimento na comunidade,” observou o Engenheiro Agrônomo da Emdagro, Francisco Luciano Macedo Firmino, o qual presta assessoria técnica e extensão rural em Serra da Guia.

Já o artesanato, centrado na produção de vassoura, tem bastante importância na vida de algumas famílias, pelas oportunidades de trabalho e renda que proporciona. “Por mês eu faço 500 vassouras com minhas três filhas e recebo R$ 480,00 (Quatrocentos e oitenta reais), por um cento de vassouras. Houve um tempo que a prefeitura municipal de Poço Redondo comprava 2 mil vassouras mensalmente”, relatou a agricultora Maria José de Jesus, da comunidade quilombola de Serra da Guia.

Programas

Vale destacar que a população desde 2010, vem sendo inserida nas diversas políticas públicas municipal, estadual e federal, a exemplo dos programas garantia safra, que ampara os agricultores quando ocorrem perdas de safra; distribuição de sementes de milho, feijão e hortaliças; mecanização agrícola; forragem; cestas básicas de alimentos; e água doce com perfuração de poços artesianos.

“As ações de desenvolvimento são coordenadas por uma associação articulada com diversas instituições que apóiam a comunidade, fato que fortalece a organização das famílias quilombolas para o enfrentamento e superação de muitos desafios atribuídos á população”, observou o presidente da Associação dos Quilombolas Serra da Guia, José Sandro Silva Santos.

Ao final da roda de conversa foram acordados alguns encaminhamentos como o fechamento da proposta para a realização do curso sobre inseminação; a elaboração de um termo de cessão para repasse do kit de inseminação artificial através da Emdagro, ampliar as discussões sobre os projetos produtivos das mulheres bem como  a paralisação da construção de uma creche com recursos federais, emissão de DAP jurídica, e acompanhamento com registros do processo de produção de vassouras pelas mulheres.


Av. Carlos Rodrigues da Cruz, s/n - Bairro Capucho - Aracaju/SE - CEP: 49.080-190 - Fone: (79) 3234-2677 - Fax: (79) 3234-2680
Desenvolvido pela EMGETIS com Software Livre - Xoops