8 de novembro de 2018

Agricultores passam por capacitação em tecnologias e práticas sustentáveis


Nos dias 31 de outubro e 1º de novembro, o Governo do Estado, através da Emdagro, realizou dois dias de campo sobre Manejo de Água e Solo com o objetivo de sensibilizar e despertar os agricultores sobre a importância econômica, social e ambiental da adoção de novas tecnologias e práticas sustentáveis. Os eventos fazem parte da capacitação de agricultores familiares e colaboradores em gestão de recursos naturais do Programa Águas de Sergipe.
Os dias de campo ocorreram no Centro de Desenvolvimento de Tecnologias Agroecológicas da Emdagro, em Itabaiana, e reuniram 226 agricultores familiares dos Municípios de Itabaiana, Campo do Brito, Malhador, Ribeirópolis e Macambira. Os participantes foram recepcionados pelos técnicos da Emdagro que apresentaram as atividades desenvolvidas pelo Governo do Estado, através da Empresa. As demais estações contaram com a participação de consultores contratados pelo Programa Águas de Sergipe.
Na segunda estação os participantes conversaram sobre Agroecologia. Nessa etapa foi enfatizada a importância de se utilizar o tipo de cultivo em que não se queima a terra e nem se usa venenos e adubos químicos prejudiciais à vida humana, vegetal e animal. Na oportunidade, os agricultores puderam conhecer como produzir adubos e inseticidas orgânicos e outras tecnologias agroecológicas.

Manejo de Água e Solo foi o tema da terceira Estação. Nela os agricultores receberam informações sobre degradação das terras e da erosão do solo e de tecnologias de manejo da água e solo, para reverter o processo de degradação e caminhar para uma agricultura sustentável.
Na quarta estação que teve como tema Irrigação, os agricultores assistiram uma abordagem sobre a importância do uso da água na agricultura irrigada, lembrando que Irrigar não é só aguar. Na oportunidade os participantes receberam informações sobre o funcionamento do sistema de irrigação implantado no Centro da Emdagro, já que alguns deles receberam ou irão receber, através do Programa Águas de Sergipe, equipamento semelhante para implantação em sua propriedade.
Ao final de cada dia de campo, os agricultores fizeram suas avaliações individuais onde expressar seu grau de satisfação e informar seu interesse em adotar tecnologias apresentadas.

 

 

Depoimento da Agricultora Heliene, da Comunidade Tapera – Município de Malhador